O estresse no trabalho e a ansiedade e podem prejudicar a sua vida

Este artigo é para quem trabalha em escritório e tem sofrido com ansiedade causada pelo estresse de muitas cobranças, cronogramas apertados, clientes exigentes e chefes que perseguem você. Ou para alguém bem próximo a você e que passa por isso.

Você precisa ler esta história, antes que isso também aconteça com você

Há bem pouco tempo uma pessoa próxima da família passou por um estresse terrível. Foi um episódio muito doloroso para esta pessoa, mas também para a família.

E recebeu um diagnóstico assustador, causado pelo estresse crônico, causado pelo trabalho.

Eu mesmo não sabia que poderia chegar até este ponto, antes de conhecer esta história.

Eu vou te contar o que aconteceu, e você vai tender que é até muito comum com pessoas deste mesmo perfil. Isso aconteceu em uma noite.

Esta pessoa estava mentalmente abalada, trabalhava muito e recebia muitas cobranças.

O desequilíbrio mental em geral abala o lado físico do corpo, mas as pessoas só reconhecem alguns transtornos em estágio avançado, quando surgem sinais que todos consideram mais graves como palpitações, aceleração cardíaca , dores de estômago e de cabeça

Tudo começa aos pequenos sinais…

Uma jornada de trabalho longa começa às 08 horas e vai até as 18, algumas vezes sem previsão para acabar. Quando pessoas de escritório vão para casa continuam mentalmente conectados a rede do trabalho.

Algumas pessoas trabalham até às 20… 22, 23 horas… ou ainda além

Você consegue manter a rotina difícil por um tempo, mas não por muito, porque começam a surgir sintomas de estresse e em estágio avançado sintomas físicos.

Em casa esta pessoa só falava de coisas do trabalho…

Ela se queixou que sentia o coração com batimentos disparados,  mas sem motivos aparentes. Uma angústia no peito, dormia super mal, acordava aos pulos no meio da noite.

As horas antes de ir para o trabalho são as piores

Naquela noite sem dormir, por volta das 4 horas ela foi ao banheiro e sentiu um mal súbito,

tentou voltar para o quarto mas sentiu o mundo estava se apagando no meio do corredor, caiu e bateu com a cabeça na porta do quarto. Foi um apagão de segundos, mas com o susto a família inteira acordou.

A crise havia se apresentado no seu auge

Nesta hora você se lembra de pessoas cardíacas na família, mas muito preocupante, porque pelo histórico problemas cardíacos surgiram com  50 ou 60 anos… não com alguém de trinta e poucos…

Como alguém pode não ter tempo de visitar um médico? Isso se arrastava por meses….

Não trocamos de coração como trocamos a bateria do celular, ou uma peça do carro.

Quando o problema parece ser mesmo sério, todos correm pro médico

Foram feito exames que não identificaram nada

-“Como não tem nada?”

Foi encaminhada à um psiquiatra, e neste ponto alguns pensam que é melhor ser cardíaco do que passar pelo psiquiatra…

Eu não quero tomar remédios…”, ela disse antes mesmo de entrar no consultório

Calma, você não precisa, mas o que você sente… Sim.. hmmmm, Eu entendo, isso hoje em dia acontece muito com pessoas no seu perfil, e que faz a mesma atividade…  é a Síndrome de Burnout”.

Mas o que é a Síndrome de Burnout?

Isso começa com uma crise de estresse prolongada, a ansiedade que não controlamos e que se estende por dias, semanas, meses, até se tornar o Burnout, e que é o esgotamento agudo de todas as suas energias. Burnout do Inglês quer dizer “queimou tudo”, e é isso que acontece.

O primeiro passo é reconhecer o que está acontecendo

A Ansiedade pode ser controlada por medicação, mas você também pode reduzir os níveis de esgotamento entendendo como a sua mente funciona. Entendendo o que fez você chegar à este ponto e,

Aprender como dar a devida importância que cada coisa tem

Saber até que ponto você pode se esforçar, mas também saber quando você tem que tirar o pé

e com isso você controla todos os níveis de ansiedade estresse, o Burnout e tudo mais

Você passa a ter mais tempo para o que é realmente mais importante

pode parecer complicado, como foi complicado aprender a andar de bicicleta, mas depois você nunca mais esqueceu. O controle emocional pode parecer difícil no começo, mas quando você aprende ele uma vez, você nunca mais se esquece

E alguma coisa você precisa fazer, menos parar de trabalhar e desistir

A ansiedade não se cura se afastando do problema, mas aprendendo como lidar com ele

Não é deixando o seu emprego que tudo vai mudar, porque acredite ou não, você vai encontrar situações idênticas, como se o problema só mudasse de nome, mas você vai sofrer igual, porque

O problema está na importância que você dá para cada coisa

Então o que deve ser feito é aprender como controlar a sua mente, ter o controle emocional sobre tudo o que acontece, e automaticamente a ansiedade some, e o estresse desaparece, você retoma todas as suas energias para ser a pessoa que você realmente é. E ter mais tempo para ser feliz.

Você precisa ver o quanto é bom mudar

Pense em tudo o que você poderia ter se você estivesse com os níveis de estresse controlados

E se a ansiedade não fizesse mais parte da sua vida, e você pudesse curtir tudo aquilo que mais sonhou?

E se você fosse uma pessoa livre, e solta, com mais tempo livre para fazer aquilo que você mais deseja?

Eu vou ensinar você como começar a fazer isso

e o que de maneira simples você pode aplicar no seu dia é isso aqui.

O que você precisa saber agora é que a mente é como um computador

Como o Google, o que você perguntar para ela, ela responde, como o Google faz. Você nem terminou de digitar ela já sugere o que ela pensa que você quer.

Perguntas específicas no Google, dá a resposta que você quer. Com a sua mente é assim também

A mente é como um computador preparada para fazer pesquisas e responder de maneira sistematizada aquilo que você pergunta.

Então eu vou te ensinar fazer uma pergunta poderosa para a sua mente, ela vai agir em um nível inconsciente, e você vai perceber que quanto mais você fizer para você essa pergunta, mais as coisas na sua caixinha mental vão se ajustando

Quando você deve fazer esta pergunta mental? Sempre!!

Você precisa fazer esta pergunta em voz alta? Não, ninguém precisa pensar que você é louco, mas às vezes pensar alto é comum. Eu faço 😉

E se a resposta não surgir no começo? Pode ser como no Google, as vezes a conexão tem um atraso, mas depois tudo fica na memória

Esta pergunta resolve qualquer tipo de problema. A pergunta poderosa é a seguinte:

“O que existe de tão grande neste problema?”

As respostas vão surgir, elas sempre surgem, e algumas vezes você encontra coisas complicadas e terríveis… mas espere, isso não é a resposta que você está buscando, porque a solução para problemas complicados são sempre simples. Guarde isso.

O mais comum é que as pessoas me falam depois desta prática diária é o seguinte.

Incrível, porque eu descobri que o problema não era grande como pensei

ou

Marcelo, eu descobri que não existia problema…”  ou “as coisas funcionavam e eu nem percebia”….

As pessoas mudam depois desta prática. A ansiedade some, o estresse e também o Burnout. Acontece como se não existisse mais aquele problema, porque você quebrou a estrutura inconsciente que fazia ele se manter com você.

Você não é o problema, você pode mudar.

Você quebrou o problema pela base, e o estresse e a ansiedade vão embora

E você descobre uma vida plena

Mude a sua vida através desta prática, e eu tenho certeza que você mais me responder também “Marcelo, hoje eu me sinto LIVRE para fazer o que mais gosto”.

Um grande abraço!!

Comentários do post

Comentários

Copyright 2019 - Marcelo J Bresciani

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?