A ideia absurda que tornou uma página milionária

Esta foi a ideia mais sem noção e que faturou 1 milhão de dólares, mas preste batante atenção, porque não estamos falando do Mark Zuckerberg, do Facebook, mas do menino ao lado dele, Alex Tew que na época tinha 21 anos.
Eu costumo dizer que somente as pessoas que ousam a pensar fora da caixa, são aquelas pessoas criativas e que estão criando o mundo de amanhã.

Isso aconteceu no ano de 2005, quando a Internet que conhecemos hoje, as redes sociais e tudo mais estava engatinhando. Para você ter ideia, Alex Tew lançou a sua página de 1 milhão de dólares um ano depois da fundação do Facebook, que aconteceu em 4 de fevereiro de 2004.

Tew estava nesta época pensando como ganhar um dinheiro extra, como algumas pessoas decidem vender trufas ou fazer artesanato, talvez para pagar suas festas da faculdade ou coisas do tipo, mas no final ele acabou com um milhão de dólares no bolso.

Tew criou uma página da web toda em branco, mas com dimensões de 1000 x 1000 pixels, ou seja, um milhão de pixels. Então ele contatou muitos anunciantes e ofereceu para cada um deles fazerem seus anuncio pelo modesto preço de 1 dólar o pixel (1 USD).

O resultado? Veja por si mesmo

A ideia é como se você tivesse um produto digital, uma planilha de Excell, um programa ou uma música, que poderia ser vendida por 1 real (1 R$), e que fosse baixado por 1 milhão de pessoas.

O que é 1 real? Vejo uma moeda perdida aqui no meu porta treco. Mas talvez você pense que 1 milhão de pessoas seja muito, mas vou te mostrar que não é. Considerando o tamanho do Brasil, só a população da baixada santista é de aproximadamente 1 milhão de pessoas (Santos, Praia Grande e Guarujá). Considerando que a população do Brasil em 2021 seja de 211mil pessoas, então 1 milhão de pessoas é somente 0,47% da população Brasileira. Quase nada.

E Tew fez isso em bem pouco tempo, e o resultado é uma página de um grande mosaico e muito visitada, garantindo o retorno para seus anunciantes que investiram a partir de 1 dólar.

Curtiu? Deixa seu comentário aqui.

Comentários do post

Comentários

Copyright 2019 - Marcelo J Bresciani

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?